Depois de sair da Fazenda os Impossíveis partimos para o Município de Iraquara onde existem vários atrativos bem interessantes para quem gosta de natureza. Nossa primeira parada foi na lagoa da Pratinha, um balneário no meio do sertão.

Assim que chegamos já deu para perceber que o lugar é muito badalado, nos fez lembrar da alta temporada aqui em Bal. Camboriú, onde temos que enfretar fila para tudo e consequnetemente a qualidade dá lugar a quantidade. Apesar das belezas do lugar o que nos chamou mais a atenção é que não exite nenhuma preocupação com a preservação do lugar. Vários pontos de lixo pelo local, muitas áreas de margem desmatadas para dar lugar a trapiches e quiosques. Não sei se foi a quantidade de pessoas que estavam lá em função do feriado de São João que nos assustou, mas não queria estar ali justamente naquele dia.

Outro ponto bastante visitado é a Gruta Azul, por nossa sorte assim que chegamos no salão a luz entrou, conseguimos ter poucos momentos de paz, assim enquanto a luz permanecia, simplesmente a gruta foi sendo invadida, o que me fez lembrar de Serra Pelada. Muitas pessoas aglomeradas um um escada, uns loucos para sair e outros muitos para entrar. Realmente não foi o dia feliz para quem queria apreciar a natureza. Valeu pelo espetáculo de ver a luz do sol refletir naquelas águas límpidas.
Fica a dica, se quer aproveitar bem essas belezas vá fora de temporada ou feriado.

O que nos chamou a atenção foi a falta de controle e exploração desses pontos turísticos, procurei e não encontrei nenhum ponto para reciclagem do lixo, não havia controle sobre as atividades na lagoa, ou seja você poderia tomar banho se alimentar e beber ao mesmo tempo. Resultado, segundo moradores locais a cada ano a lagoa vem perdendo tamanho, outro fato constatado é a extinção de algumas espécies de peixes endemicas do local. O IBAMA precisa repensar esses tipos de licensas de exploração.

Para visualizar a galeria de fotos completa, clique aqui!